Marketing para Escritores

Marketing para Escritores

    Divulgar uma obra literária é um processo lento e gradual.  Dependendo das ferramentas escolhidas, quando aplicadas nos momentos certos, pode gerar bons resultados.  A Livro Rápido ensina você a divulgar a sua obra por meio das interfaces digitais, quais sejam:

    1. Email marketing
    2. WhatsApp Marketing
    3. Seu Blog
    4. Redes sociais
    5. Seu Website
     
    Email Marketing
    Esta é uma ferramenta que deve ser utilizada com bastante cuidado quando se faz Marketing para Escritores.  Existem algumas centenas de sites e empresas vendendo banco de dados e disparos de e-mail marketing.  Normalmente são empresas que mantêm sites de notícias, veículos de comunicação e redes sociais.  Sobre o disparo de e-mail marketing, você, caro autor, deve ter o cuidado de não infringir algumas regras de conduta como a prática do SPAM, por exemplo.  Considerado crime por vários tribunais do país, o SPAM ocorre quando, de forma indiscriminada, invade-se a privacidade das pessoas enviando-lhes e-mails sem que elas tenham, um dia, autorizado recebê-los.  
     
    Como punição para este “crime”, você pode ter seu serviço de e-mail suspenso ou cancelado pelo provedor (Gmail, Hotmail, IG, Yahoo, Uol, etc), ou até mesmo receber demandas judiciais de pessoas que, por algum motivo, tenham se considerado lesadas pela dita invasão de privacidade.  Este último caso é incomum, mas há uma forte tendência vinda dos Estados Unidos e Europa da punibilidade do SPAM.  A dica é: comprar bancos de dados ou contratar disparos de empresas idôneas, como a Uol, Yahoo, Globo.com, R7, entre outros veículos de comunicação com boa reputação no mercado.
     
    Um outro aspecto que deve ser considerado ao se contratar disparos de e-mail é a segmentação.  Procure empresas que possam lhe oferecer um banco de dados em afinidade com o título de seu livro.  Assim, por exemplo, se você escreveu uma obra sobre Gestão de Carreira, convém contratar e-mail marketing de portais voltados para a empregabilidade, como o da Catho Online, Linked-In, Vagas.com, entre outros.  Já se o seu tema é ligado à saúde e bem estar, seria uma boa ideia procurar portais de veículos de comunicação que tenham o mesmo público alvo, como o G1 (Globo.com), especificamente para os telespectadores do programa da Ana Maria Braga ou da Fátima Bernardes, por exemplo.
     
     
    Whatsapp Marketing
    Esta é uma nova tendência na comunicação entre as empresas e seu público alvo. Mas muito cuidado!  Se disparar e-mail marketing pode ser considerado SPAM, mandar mensagens demais pelo celular é ainda bem mais invasivo, e pode gerar um impacto muito negativo para a imagem da sua obra.  Recomenda-se utilizar este recurso se, e somente se, seu leitor autorizou expressamente o recebimento.  
     
    Imagine algumas situações onde o Marketing pelo Whatsapp se encaixa perfeitamente: você tem um Blog (como veremos mais adiante) com algumas dezenas ou centenas de seguidores.  Em um determinado momento você deflagra uma campanha para sortear alguns exemplares entre seus seguidores.  Aproveitando este momento, você pode solicitar que eles enviem uma inscrição, por e-mail (ou por formulário do Google Docs) para concorrer aos livros gratuitamente.  No ato da inscrição você pode solicitar que eles informem seus respectivos celulares para receberem o resultado da premiação, tendo evidentemente o cuidado de inserir um texto como o seguinte: 
     
    … inscrevendo-se nesta campanha você estará autorizando o meu blog a lhe enviar mensagens via WhatsApp para outras informações…“.
     
    Quando bem utilizado, o Marketing para escritores via Whatsapp surte um efeito ainda mais contundente do que o e-mail marketing.  Segundo pesquisas, mais de 40% dos e-mails recebidos por internautas caem na caixa de SMAP (ou pasta de lixo eletrônico).  Considerando este percentual, somado à fatia dos que recebem e-mails mas não os lê, a taxa de abertura de e-mails em uma campanha de e-mail marketing, quando bem feita, não passa de 20%.  Já mensagens pelo WhatsApp tem uma taxa de abertura beirando os 100%, uma vez que ninguém consegue ignorar o toque de um aparelho celular recebendo uma mensagem.
     
    Blog de Livros

    É muito comum, e porque não dizer, cada vez mais imprescindível para um autor ter o seu próprio Blog.  Mas o que vem a ser um Blog?  

    Na expressão da palavra, Blog significa Web Log (atualizações rápidas na Internet).  Trata-se de um site cuja estrutura permite a atualização rápida a partir de acréscimos dos chamados artigos, ou posts. Estes são, em geral, organizados de forma cronológica inversa, tendo como foco a temática proposta do blog, podendo ser escritos por um número variável de pessoas, de acordo com a política do blog.
     
    Muitos blogs fornecem comentários ou notícias sobre um assunto em particular; outros funcionam mais como diários online. Um blog típico combina texto, imagens e links para outros blogs, páginas da Web e mídias relacionadas a seu tema. A capacidade de leitores deixarem comentários de forma a interagir com o autor e outros leitores é uma parte importante de muitos blogs.
     
    Ter o seu próprio Blog pode ser uma verdadeira alavanca na divulgação de sua obra.  Através do seu blog é possível publicar e compartilhar notícias sobre seus livros, próximas edições e lançamentos.  O seu blog passa a ser uma interface íntima, dinâmica e interativa entre você e o seu leitor.
     
    Alguns sistemas de criação e edição de blogs são muito atrativos pelas facilidades que oferecem, disponibilizando ferramentas próprias que dispensam o conhecimento de linguagens como HTML.  Não esqueça também do trabalho de SEO, sem ele seu blog não aparece nos mecanismos de busca. Você pode construir o seu Blog através de alguns portais, como:
     
    Redes sociais
     

    A divulgação de obras literárias por meio de redes sociais ganha bem mais força em relação a qualquer outro meio de divulgação digital.  Isto se dá em virtude dos depoimentos e da fortíssima interação entre as pessoas.  

    Se ter um blog é fundamental para criar uma referência de comunicação entre sua obra e os seus leitores, criar perfis, páginas e grupos de discussão nas redes sociais é a melhor forma de difundir de forma viral a sua obra para inúmeras pessoas.  
     
    Para cada rede social existe um jeito diferente de divulgar o seu livro, pois elas apresentam diferentes perfis de público, além de diferentes recursos de interação.  No caso específico de obras literárias, podemos destacar duas das muitas redes sociais existentes para o mercado editorial brasileiro:
    Independente do perfil do seu público, o Facebook é uma rede social onde, atualmente, todas as pessoas e empresas que desejam acessar o mercado como um todo precisam estar.  É fundamental que um autor tenha crie um perfil no Facebook e mantenha uma página (ou fan page) para cada um de seus títulos nesta rede social.
     
    Se você deseja acelerar a divulgação de sua obra pelo Facebook, pode contratar o Facebook Ads.  Fazendo isto o próprio Facebook promoverá a fan page de seu livro, fazendo-a aparecer para centenas de milhares de pessoas, de acordo com o perfil de público que você especificar no ato da contratação.  O objetivo de uma campanha no Facebook Ads é conseguir o maior número de seguidores (ou fãs) para a página de seu livro.  Assim, cada vez que você postar uma notícia sobre seu livro, ela aparecerá na linha do tempo (time line) de todos os que já curtiram a sua página.

    Dependendo do perfil do seu público, talvez seja interessante ou muito importante criar um perfil no Linked-In, juntamente com um Grupo de Discussão sobre cada uma de suas obras.  O Linked-In, ao contrário do Facebook, é uma rede social profissional, onde as pessoas que desejam uma colocação no mercado de trabalho precisam estar.  Do outro lado, as empresas e profissionais de RH que precisam contratar pessoas também marcam forte presença nesta rede social.  Assim, se o tema de sua obra tem a ver com empregabilidade, mundo corporativo ou educação profissional, é aqui que ela deverá ser divulgada. 

     
    Além do marketing para escritores usual, podemos adotar uma estratégia de marketing digital para escritores. Um site, hotmart, plataforma de vendas entre outras ferramentas são de grande ajuda. Se você deseja ter um endereço na Internet onde você possa centralizar todas as informações sobre suas obras, então construir um site deve estar em seus planos.  A diferença básica entre um site e um blog está na forma de apresentação e organização das informações.  Se você deseja ter uma relação mais profissionalizada com o seu leitor, chegando inclusive a vender eletronicamente seus livros para os internautas, ter um site passa a ser um requisito primordial.
     
    No caso específico de sites para autores de obras literárias, é possível implementar um novo conceito intitulado: Livro Vivo.  Este conceito foi introduzido pela Livro Rápido e vem sendo trabalhado intensamente entre nossos clientes.  Um Livro Vivo (ou life book) é nada mais, nada menos, do que a sua obra em formato digital, organizada de tal maneira que os seus leitores conseguem contribuir com o enriquecimento de seus conteúdos.  Imagine que, em seu site, haja uma sessão intitulada: Meus livros.  E que dentro dessa sessão você inclua uma página para cada livro.  Dentro de cada página de livro você pode incluir uma página para o prefácio e uma para cada capítulo.  Dentro de cada capítulo você pode ainda subdividir a página em outras, ficando uma para cada sessão.  Dentro de cada sessão, você ainda pode criar páginas de sub-sessão, e assim sucessivamente (sem limite).  Em cada capítulo, sessão ou sub-sessão, o seu leitor pode deixar uma contribuição, uma complementação, um exemplo, uma sugestão ou até mesmo uma atualização das informações ali contidas, tornando o seu livro literalmente vivo e atualizado.
     
    O conceito do Livro Vivo permite, inclusive, você publicar um livro em estado de pré-venda, ou seja, antes mesmo de publicá-lo oficialmente ou mesmo antes de concluí-lo, você pode deixá-lo a disposição do seu leitor para, quem sabe, mudar o rumo da história, como fazem os autores das telenovelas.
     
    Assim como os Blogs, os sites podem ser construídos por meio de portais gratuitos que permitem a criação de páginas web sem a necessidade de programação em linguagem HTML.  A Livro Rápido recomenda fortemente a utilização do Google Sites, uma simples e poderosa ferramenta da Google para construção de sites na Internet.
     2
    A divulgação de obras literárias por meio de redes sociais ganha bem mais força em relação a qualquer outro meio de divulgação digital.  Isto se dá em virtude dos depoimentos e da fortíssima interação entre as pessoas.  
    Dependendo do perfil do seu público, talvez seja interessante ou muito importante criar um perfil no Linked-In, juntamente com um Grupo de Discussão sobre cada uma de suas obras.  O Linked-In, ao contrário do Facebook, é uma rede social profissional, onde as pessoas que desejam uma colocação no mercado de trabalho precisam estar.  Do outro lado, as empresas e profissionais de RH que precisam contratar pessoas também marcam forte presença nesta rede social.  Assim, se o tema de sua obra tem a ver com empregabilidade, mundo corporativo ou educação profissional, é aqui que ela deverá ser divulgada. 
     
    Além do marketing para escritores usual, podemos adotar uma estratégia de marketing digital para escritores. Um site, hotmart, plataforma de vendas entre outras ferramentas são de grande ajuda. Se você deseja ter um endereço na Internet onde você possa centralizar todas as informações sobre suas obras, então construir um site deve estar em seus planos.  A diferença básica entre um site e um blog está na forma de apresentação e organização das informações.  Se você deseja ter uma relação mais profissionalizada com o seu leitor, chegando inclusive a vender eletronicamente seus livros para os internautas, ter um site passa a ser um requisito primordial.
     
    No caso específico de sites para autores de obras literárias, é possível implementar um novo conceito intitulado: Livro Vivo.  Este conceito foi introduzido pela Livro Rápido e vem sendo trabalhado intensamente entre nossos clientes.  Um Livro Vivo (ou life book) é nada mais, nada menos, do que a sua obra em formato digital, organizada de tal maneira que os seus leitores conseguem contribuir com o enriquecimento de seus conteúdos.  Imagine que, em seu site, haja uma sessão intitulada: Meus livros.  E que dentro dessa sessão você inclua uma página para cada livro.  Dentro de cada página de livro você pode incluir uma página para o prefácio e uma para cada capítulo.  Dentro de cada capítulo você pode ainda subdividir a página em outras, ficando uma para cada sessão.  Dentro de cada sessão, você ainda pode criar páginas de sub-sessão, e assim sucessivamente (sem limite).  Em cada capítulo, sessão ou sub-sessão, o seu leitor pode deixar uma contribuição, uma complementação, um exemplo, uma sugestão ou até mesmo uma atualização das informações ali contidas, tornando o seu livro literalmente vivo e atualizado.
     
    O conceito do Livro Vivo permite, inclusive, você publicar um livro em estado de pré-venda, ou seja, antes mesmo de publicá-lo oficialmente ou mesmo antes de concluí-lo, você pode deixá-lo a disposição do seu leitor para, quem sabe, mudar o rumo da história, como fazem os autores das telenovelas.
     
    Assim como os Blogs, os sites podem ser construídos por meio de portais gratuitos que permitem a criação de páginas web sem a necessidade de programação em linguagem HTML.  A Livro Rápido recomenda fortemente a utilização do Google Sites, uma simples e poderosa ferramenta da Google para construção de sites na Internet.
    " target="_blank">

    0 Comments

    Leave Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *