Como conseguir uma editora para publicar meu livro

Como conseguir uma editora para publicar meu livro

    Você acabou de escrever sua obra prima. Mas, e depois, o que fazer? O passo mais natural seria o de procurar uma editora e publicar seu livro, com um acordo ou contrato que fosse igualmente benéfico para as partes envolvidas. Porém, na maioria dos casos, não é assim que a banda toca. Uma das tarefas mais árduas para qualquer escritor é conseguir publicar um livro. No Brasil, a jornada é mais complicada, devido a algumas peculiaridades do mercado nacional. Vamos enumerá-las a seguir e sugerir algumas possibilidades de superação de dificuldades.

    1) A maior fatia do mercado brasileiro é dominado por um pequeno número de grandes editoras. Traduzindo:  Vamos dizer que a editora A,  a editora B e a editora C são as maiores do mercado brasileiro, as de maior presença no ranking total de vendas no país. No total, as três abocanham 75% do venda de livros. O maior parte do lucro dessas empresas é obtido com a venda de obras de autores já consagrados, sobrando pouco dinheiro (ou vontade) para investir em escritores iniciantes ou possíveis promessas da literatura. Na verdade, editar um livro custa muito dinheiro. Então, os executivos se perguntam: O que é melhor, apostar numa obra já conhecida, com possibilidades de lucros mais reais ou correr o risco com alguém desconhecido? Bom, a salvação para quem quer deixar o anonimato é procurar uma editora de  menor porte e tentar uma parceria. Talvez seja interessante um acordo não tão focado em editar milhares de cópias do livro, mas sim no desenvolvimento de boas ações de divulgação do nome do autor e do material em si.

    2) Uma das boa alternativas para se tornar conhecido, antes de dá as caras no mundo editoral, é investir um tempo nas redes sociais. Em todas elas, há nichos, grupos e comunidades onde as pessoas compartilham seus escritos, trocam ideias, discutem e, até desenvolvem ações de publicação coletiva de livros impressos ou online. Há também redes sociais destinadas especificamente para aqueles que escrevem. Sem dúvidas, no mundo contemporâneo, uma boa presença no mundo virtual pode ser sinônimo ou alavanca para um bom negócio. Pense nisso.

    3) Cuidado! Como já disse anteriormente, publicar um livro dói no bolso e, o retorno financeiro é de longo prazo,muitas vezes pode nem acontecer. Por isso, se você for um escritor iniciante, pense 15 vezes antes de arcar com todos os custos dessa aventura. Um dos atalhos que você pode começar a seguir é o dos concursos literários. Muitos deles premiam os melhores de cada categoria com a publicação dos originais, sem nenhum custo para o autor. Há ainda muitos concursos que servem de vitrine para muitos escritores, fazendo com eles subam de nível na escala de importância do mundo editorial.  Só tome um pouco de cuidado com os concursos fake.

    4) Pense seriamente no formato e-book, sobretudo se você pretende ganhar dinheiro com literatura. O e-book é uma forma de você disponibilizar para quem quer que seja seu material de forma rápida e desburocratizada. Você pode cobrar um valor simbólico, ou permitir acesso grátis. É preciso ter em mente que cada vez mais pessoas lêem através da tela de smartphones, ou seja, há um mercado em franca expansão para o formato e-book. Outra vantagem é a possibilidade de lançar um livro atrás do outro.  Assim, que tal desenvolver uma história e ir lançando o material em série? Essa é uma boa forma de fidelizar e entender seu público-alvo. Além do conteúdo, não deixe de levar em conta o formato e aparência do seu material. Eles precisam estar irretocáveis.

    5) Se no Brasil é tão difícil, que tal publicar no exterior? O que se ouve por aí é que para um escritor brasileiro, é mais complicado publicar em outro país do que por aqui. No Estados Unidos, por exemplo, o processo é mais afunilado ainda. As editoras americanas costumam publicar aqueles indicados pela figura do agente literário. Pois é! Ele é responsável por fazer uma seleção de autores, lendo os originais e repassando às empresas aqueles com maior potencial. Na Europa, ha a exigência de que seu material esteja na língua do país o qual você pretende publicar seu texto. Por isso, pode ser mais interessante tentar uma primeira publicação no Brasil, para posteriormente sondar algum agente no exterior. Ter passado pelo crivo de uma editora por aqui, pode dar mais credibilidade ao seu trabalho numa jornada em terras estrangeiras.

    6) A figura do agente literário também existe no Brasil. Mas, se você é autor iniciante, esqueça que ele existe, já que dificilmente ele irá corroborar a ideia de investir em alguém desconhecido. Entenda que é mais vantajosos conhecer o mercado no qual você pretende se inserir, com quem você vai disputar esse mercado, do que correr atrás de alguém para lhe ensinar a achar o tesouro perdido. Na verdade, as grande editoras procuram escritores maduros o suficiente para escrever boas histórias, mas também capazes de ter uma visão 360 do mercado. É possível que você leia isso novamente no texto: Invista tempo em compreender seu universo de atuação.

    Ainda não sei como conseguir uma editora para publicar meu livo

    Para fazer com que sua obra desperte o interesse de uma editora é necessário que seu livro esteja alinhado com o perfil da empresa. Isto é, se você pretende publicar através de um editora mais comercial, seu material precisa ter um bom apelo comercial. Se você pretende saber como publicar um livro científico, sonde editoras que atuem no ramo de publicações científicas. A moral da história aqui é não tentar vender abacaxi em loja de chocolate. A grande dica é que você pesquise e conheça um pouco do mercado do seu nicho editorial.

    Por fim, existem situações as quais você não pode fazer muita coisa além de cobrar seus representantes políticos, em função de maiores investimentos em cultura e educação. Por exemplo, o Brasil tem perto de 200 milhões de habitantes.  Segundo dados do IBGE, em 2016, aproximadamente 11,8 milhões de pessoas não sabiam ler, nem escrever. Naquele mesmo ano, a pesquisa Retratos do Brasil indicou que 44% da população brasileira não lê, e 30% dela nunca comprou um livro se quer. Sem dúvida, a mudança desse quadro tornaria o sua empreitada na publicação do livro um pouco menos desgastante.

     3

    2 Comments

    M. Gracinda
    • out 25 2018
    Olá bom dia eu escrevi um livro. Ele está pronto para o mercado inclusive com caoa e contra capa. Esta obra esteve quase 2 ano numa editora com 0000 profissionalismo em Portugal. Foram muitas cousas desagradaveis as quais não irei menciinar aqui.Finalmente pronto que está o livro não quero dar um centavo a ganhar aquela empresa por isso procuro uma alternativa para publicar aqui no BR. Agradeço sugestões Muito Grata M.Gracinda
    M. Gracinda
    • out 25 2018
    Olá bom dia eu escrevi um livro. Ele está pronto para o mercado inclusive com capa e contra capa.......peço desculpa na verdade o comentario que foi gravado estava no lugar errado não pude apagar e por isso escrevi outro mais em baixo na pagina ao prencher meu nome e email e clicar enviar o sistema apagou o bom e registou o que não era. Bom de volta ao meu livro tive muitas coisas desagradaveis com a editora que editou mas nao comercialisou o meu livro, nem vai comercializar por varios motivos um deles é que eu não confio mais e alem disso nao quero que o pensamento do meu trabalho seja ligado a esse tipo de incompetencia e outras coisas que não irei falar agora. Bom o ponto é que eu quero achar uma editora que imprima meu livro. Completo como ele está. Todo está em vias de pronto, correção capa e contra capa, todo trabalho grafico foi feito. Agradeço desde há por algumas dicas Desejo um bom dia M. Gracinda
    Como Publicar meu Primeiro Livro? - Editora Livro Rápido
    • nov 26 2018
    […] Como Publicar um Livro no Brasil […]

    Leave Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *