Quero Escrever um Livro. E agora?

Quero Escrever um Livro. E agora?

    Você decidiu que quer escrever um livro, porém não sabe por onde começar. Você pode estar apavorado (a), mas a boa notícia é que isso é mais comum do que parece e, há solução. Muitos escritores iniciantes se perdem no processo de escrita por desconhecimento de passos básicos ou primários para redigir o material literário. Nesse texto, aponto 5 cinco dicas que podem contribuir e facilitar a realização do seu livro.

    Gênero Literário

    O primeiro ponto importante de ser destacado é o gênero literário. Você precisa decidir se vai escrever um romance, conto ou comédia. Tenha em mente que cada gênero literário apresenta características estruturais diferentes entre si, sendo necessário conhecimento prévio, ainda que básico, sobre o gênero literário escolhido por você. Além disso, outro fator vital é o tema.

    Tema

    A dica aqui é escrever sobre assuntos os quais você tenha conhecimento ou, no mínimo, curiosidade de saber mais. Quer escrever um livro sobre medicina esportiva? Se aprofunde, pesquise o assunto. Quer escrever um romance sobre infidelidade amorosa? Aprofunde, pesquise o assunto. Após a definição do tema, é possível pensar em outros elementos como o contexto ( Lugar e/ou tempo que abrigará a narrativa),personagens principais etc. Por fim, tenha em mente que bons livros são aqueles que trabalham de forma original e criativa com seus temas ou assuntos. Ok?

    Conceito

    Muitos escritores iniciantes podem se sentir perdidos no início do processo de escrita de seus livros. Por isso, acredito possa ser bastante interessante a formulação de um conceito geral sobre o material. Por exemplo, o conceito geral de Por Quem os Sinos Dobram, do escritor americano Ernest Hemingway, é de um jovem que se junta às brigadas internacionais durante uma guerra. Já, em Dom Casmurro, de Machado de Assis, o conceito é apresentar as “aventuras” de Bento Santiago, desde sua mocidade até o momento no qual está redigindo o livro, dando destaque ao romance com Capitu e o ciúme que o mesmo suscita.

    Entenda que a formulação de um conceito pode guiar suas escolhas em momentos de dúvidas e incertezas. Entretanto, não considere o conceito como algo inflexível, promova alterações, caso sinta a necessidade.

    Dedicação

    Entenda que o desenvolvimento do livro vai lhe custar algumas horas diárias. Certos escritores ou artistas costumam dizer que tem o livro pronto na cabeça. Porém, como as pessoas vão poder ler seu material se você não disponibilizá-lo em algum suporte de publicação? Ninguém vai conseguir entrar na sua cabeça para ler o que você escreveu. Portanto, o livro não estará pronto até que você se sente a frente do computador ou do seu caderno e comece a redigi-lo.

    Planejamento

    Estabeleça um cronograma de trabalho diário. Um prazo para que cada evento da sua narrativa esteja contemplado em determinado número de dias, pode ser um bom exemplo. Isso pode tornar sua visão ou compreensão da sua história seja mais aprofundada e rica. Além disso, e principalmente isso, pode evitar com que você caia nas armadilhas da procrastinação.

    O que achou das dicas? Gostaria de acrescentar algum outro ponto que acha necessário?

    Palavras-chave: Livro, escrever livro, escritor iniciante

     

    0 Comments

    Leave Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *